Agosto tem temperatura mais alta para mês desde 1909 em Porto Alegre. Casacos quase não saem do armário e crianças tomam sorvete.

No Brasil, o Jornal Nacional tem mostrado que o inverno está com temperaturas acima da média, o que já era previsto em 2015. Mas o que ninguém imaginava é que faria tanto calor. E isso está provocando algumas mudanças de comportamento.

Sol a pino, futebolzinho na praia. Cena comum, para o Sudeste, Nordeste. Mas não nessa época, no Sul do Brasil.

“Nunca se pensou em agosto fazer esse tempo, calor”, comentou uma mulher.

Nem em ver crianças tomando sorvete. Casacos saindo dos armários? Só mesmo para passear.

“É a pergunta que todo mundo tá fazendo. Onde tá o frio?”, disse um homem.

E ainda faltam 41 dias para o inverno acabar. Mas parece que o frio tirou férias.

“Trinta graus aí todo dia, era pra tá 10 graus. Então, tá bem quente”, falou o um outro homem.

Porto Alegre teve, em julho, apenas quatro dias com temperaturas abaixo de 10°C. Com esse calorão, até a noiva mudou o figurino do casamento.

“Eu queria um vestido de manga e depois passou para um tomara que caia”, contou uma noiva.

Na Serra Gaúcha, o termômetro feito para dar destaque às temperaturas negativas está lá em cima, nos trinta graus. E nada de neve para os turistas.

Os cariocas estavam desconfiados. Será que um clandestino veio na bagagem?

“Trouxemos o calor do rio. Temperatura habitual nossa do dia a dia”, brincou um casal.

O calor está batendo recordes históricos na capital. O início de agosto registrou a temperatura mais alta para o mês desde 1909: 35°C.

O calendário insiste em dizer que é inverno, mas nem as flores respeitam mais a estação. Apressados, os ipês roxos e amarelos acham que já é primavera. O calor adiantou em duas semanas a florada das árvores. E antecipou também a cor do verão.

Fonte: GazetaWeb

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *